MATO GROSSO DO SUL

Vicentina | Mato Grosso do Sul - Pequena, aconchegante e cercada de lindas paisagens (5.492 / 5.570)




A principal atividade econômica eh a agricultura com produção de soja, algodão e trigo
A principal atividade econômica do Município é a agricultura com maior participação na arrecadação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICM), voltada basicamente para a produção de soja, algodão e trigo.




A pecuária bovina, pouco expressiva é voltada para a produção de leite. 
Igreja de Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos
Usina
Região central
Santuário
Entorno da cidade
Igreja Matriz NS Rainha dos Apóstolos



Vicentina, MS
Casas populares 
Trevo

Vicentina, MS
Prefeitura Municipal 
Aérea da cidade 
Evento
Dados gerais da cidade de Vicentina, MS
Código do Município - 5008404 
Gentílico - vicentinense 
Prefeito 2017 / MARCOS BENEDETTI HERMENEGILDO 
População estimada [2018] 6.067 pessoas 
Densidade demográfica [2010] 19,03 hab/km² 
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2016] 1,9 salários mínimos 
Pessoal ocupado [2016] 945 pessoas 
População ocupada [2016] 15,7 % 
Posição geográfica da cidade de Vicentina no estado do Mato grosso do Sul
História da cidade de vicentina, MS
Vicentina 
Mato Grosso do Sul - MT 
Histórico 
A antiga comunidade teve origem em 1951 no governo de Eurico Dutra, a partir de colonizações agrícolas realizadas às margens do rio Dourados na altura da MS/376 (rodovia que liga Dourados a Glória de Dourados). 
Os primeiros ocupantes eram principalmente migrantes do interior paulista que vieram atraídos pela excelente qualidade da terra.



A distribuição de terras naquela época era feita com a presença do colono, que também ajudava a abrir picadas e em seguida recebia o protocolo do seu lote. 
Por Vicentina estar situada a 10 km da margem direita do Rio Dourados e possuidora de solos férteis atraiu muito interesse de fixação dos que por aqui passavam.
Bandeira da cidade de Vicentina, MS
brasão da cidade de Vicentina, MS

Fonte e fotos: Wikipédia / Prefeitura de Vicentina / Thymonthy Becker


Thyalzinho. Até a próxima viagem